sábado, 11 de março de 2017

Pitaya cultivada em Guaramirim (SC)

 
Pitaya cultivada em Guaramirim (SC) pelo produtor Cleonor Spézia

A pitaya é também conhecida como fruta-dragão (Dragon Fruit) por causa da forma parecida com a representação folclórica do dragão. Trata-se do fruto  de uma espécie de cacto de árvore originário das florestas do México e América Central e atualmente cultivada em vários lugares do Brasil e outros países.

A Elza e eu conhecemos esta fruta quando moramos nos Estados Unidos. No supermercado sempre tinha uma grande variedade de frutos de cactos (de deserto). Certo dia, a Elza resolveu comprar este cacto diferente e nós gostamos. Era bem grande e importado do China (veja foto que eu tirei). Custava 4 Dólares cada.

Depois, descobrimos que um agricultor, Cleonor Spézia, estava com um plantio comercial em Guaramirim (SC), na localidade de Guamiranga, que fica perto da RPPN Santuário Rã-bugio.

Em vários lugares do Brasil estão produzindo pitaya, em São Paulo, Minas Gerais, Bahia. É muito fácil de produzir.

Existem 3 espécies de Pitaya:

•    PITAYA BRANCA (Hylocereus Polyrhizus). Apresenta casca rosa e a polpa branca branco. Essa espécie tem alto teor de fibras;


•    PITAYA VERMELHA (Hylocereus Megalanthustem). A casca tem a mesma cor da pitaya branca, mas a polpa é vermelha bem forte (na cor de beterraba). Essa espécie tem alto teor de ferro e ajuda na prevenção de radicais antioxidantes que estimulam o acúmulo de gordura no corpo;


•    PITAYA AMARELA (Seleniceries Undatus) Apresenta a casca amarela e a polpa branca. Essa espécie tem alto teor de Vitamina C e zinco.

A que experimentamos pela primeira vez nos Estados Unidos era de polpa vermelha. Em janeiro/2017 era fácil de encontrar nos supermercados e feiras livres de São Paulo a pitaya vermelha, com o preço que variava de R$ 17 a R$ 22 por quilo. Agora, só se encontra pitaya branca, com preço de até R$ 10 por quilo.

Em Guaramirim (SC), direto com o produtor Cleonor Spézia, o preço da pitaya branca está R$ 8,00 (em 10/03/2017). O Sr. Cleonor nos contou que já testou  na propriedade o cultivo da pitaya vermelha e amarela mas não conseguiu produzir. Só a pitaya branca deu certo e se desenvolve muito bem (veja a foto de um pé). As pitayas que compramos dele eram todas bem grandes. Uma delas pesou 900 gramas, ou seja, quase 1 Kg.


Endereço do produtor de Pitaya, Cleonor Spezia:
Rua Osvaldo Klein, 6220
Bairro Guamiranga
Guaramirim (SC)



A pitaya branca (as grandes) geralmente tem a polpa doce. Mas eu já experimentei uma pitaya vermelha de tamanho médio que também era doce.

Na sexta-feira do dia 17/03/2017, eu encontrei a pitaya amarela no Mercado Municipal de São José dos Campos (SP). Preço da pitaya amarela R$ 44,50 o quilo. Tinha também pitaya vermelha e a branca no mesmo box, por R$ 14,00 o quilo. Outro box estava vendendo pitaya branca por R$ 12,00 o quilo. Dizem que a pitaya amarela é muito saborosa. Eu sei que é mais difícil de produzir.

O preço da pitaya branca tem caido bastante em São José dos Campos (SP). No sábado do dia 18/03/2017, estava sendo vendida por R$ 6,90 o quilo no Supermercado Sonda (rede de supermercado originária no Rio Grande de Sul).



Detalhe da pitaya cultivada em Guaramirim (SC) pelo produtor rural Cleonor Spézia
Pitaya vermelha procedente da China comprada em um supermercado de Houston, Texas (EUA). Preço: 4 Dólares a unidade (cada fruta), mas era bem grande.

Pitaya vermelha procedente da China comprada em um supermercado de Houston, Texas (EUA).Preço: 4 Dólares por cada fruta, mas era bem grande.





-------------------------------

Instituto Rã-bugio para Conservação da Biodiversidade
Jaraguá do Sul, Santa Catarina
http://www.ra-bugio.org.br/

Aquisição de áreas preservadas de Mata Atlântica e criação de reservas (RPPN) para salvar as nascentes do rio Itajaí
http://www.ra-bugio.org.br/areasprotegidas.php?id=13

Conheça o Centro Interpretativo da Mata Atlântica – Jaraguá do Sul
http://www.ra-bugio.org.br/sede-ra-bugio.php

Acompanhe nosso Projeto de Educação Ambiental nas escolas para salvar a MATA ATLÂNTICA
http://www.ra-bugio.org.br/educacaoambiental.php

Blog
http://ra-bugio.blogspot.com/

e também na nossa página no FACEBOOK
http://www.facebook.com/pages/Ra-bugio-Salve-a-Natureza/139773049407363

2 comentários:

Simonha disse...

Olá! A tia do meu marido cultiva a vermelha aqui em Jaraguá... é uma delícia!

Germano Woehl Junior disse...

Tem certeza que é Pitaya de polpa vermelha? Se for, é bem interessante.