sábado, 5 de fevereiro de 2011

Petições da Avaaz rendem milhões de dólares. As campanhas são sérias ou é golpe na internet?

AVAAZ é uma ONG virtual de uma única pessoa que já faturou mais de 37 MILHÕES DE DÓLARES em doações feitas por internautas.

Pedidos de doações são disfarçados em textos apelativos de petições que exploram qualquer assunto em destaque na mídia. O dinheiro das doações vai para uma conta no exterior.

As mensagens são enviadas de um computador dos Estados Unidos. Ou seja, a ordem para brasileiros clicarem em alguma coisa vem de fora do País.

IP dos e-mails da Avaaz 69.60.9.158
Resultado da consulta: IP Address: 69.60.9.1 Country: United States

Esta ONG norte-americana surgiu há pouco tempo na internet pedindo doações em suas campanhas (petições) e já está MILIONÁRIA. Pertence a uma única pessoa conforme informações da declaração de imposto de renda apresentada ao fisco do governo dos Estados Unidos (Department of the Treasure - Internal Revenue Service)

Pesquisando na internet verifica-se que o dono da Avaaz tem várias ONGs virtuais e todas usam a mesma tática da Avaaz de pedir dinheiro pela internet enviado petições sobre assuntos com forte repercussão na imprensa. Percebe-se que Avaaz é apenas um nome diferente para as ONGs virtuais MoveOn.org e Res Publica.

Uma de suas ONGs virtuais, Faithful América (FA), criada em 2004, explora o sentimento religioso das pessoas para pedir dinheiro em petições. O nome “Faithful América” pode ser traduzido como América da Fé. Em 2008 mudou de nome para Faith in Public Life (Fé na Vida Pública).

Pelas informações no site da FA, percebe-se claramente que trata-se de uma versão religiosa da Avaaz.org ou da MoveOn.org: a FA é uma comunidade online de milhares de cidadãos motivados pela fé para agir nas questões prementes moral do nosso tempo e mobiliza seus membros, solicitando sua participação nas petições de internet, campanhas de envio de cartas, manifestações, eventos e grupos de pressão.

A Avaaz apareceu no Brasil usando algum artifício para disparar em massa mensagens com as petições e pedido de doações para milhares de contas de e-mails do Brasil. Depois, alguns internautas brasileiros fizeram o resto do serviço para a Avaaz prospectar doadores aqui, reenviando as petições para seus contatos, que por sua vez repassaram para outros e assim por diante.

Em uma de suas primeiras mensagens a Avaaz dizia que tinha o poder até de “persuadir” o Presidente Lula. Imagine se isso fosse verdade. Uma ONG estrangeira, comandada por uma única pessoa, sem registro no Brasil (as doações de brasileiros vão para uma conta no exterior, via cartão de crédito internacional), dispara mensagens em massa de outro país capazes de influenciar até nosso Presidente.

Nos Estados Unidos é obrigatório as ONGs tornarem públicas suas declarações de imposto de renda. No ano passado a AVAAZ Foundation publicou em seu site as declarações de imposto de renda (Form 990), do período de 01 junho de 2006 até 31 de dezembro de 2009, apresentadas ao fisco do governo dos EUA (Department of the Treasure - Internal Revenue Service), que estão disponíveis nestes links

Declaração Imposto de Renda 01jun2006 a 31mai2007

Declaração Imposto de Renda 01jun2007 a 31mai2008

Declaração Imposto de Renda 01jun2008 a 31dez2008

Declaração Imposto de Renda 01jan2009 a 31dez2009


Declaração Imposto de Renda 01jan2010 a 31dez2010

Declaração Imposto de Renda 01jan2011 a 31dez2011

Declaração Imposto de Renda 01jan2012 a 31dez2012


ARRECADAÇÃO de doadores

De acordo com estas declarações de imposto de renda apresentadas ao governo dos EUA a AVAAZ Foundation arrecadou em doações as seguintes quantias

01jun2006 a 31mai2007 – 1,093 MILHÕES DE DÓLARES
01jun2007 a 31mai2008 – 4,398 MILHÕES DE DÓLARES
01jun2008 a 31dez2008 – 1,275 MILHÕES DE DÓLARES
01jan2009 a 31dez2009 – 4,767 MILHÕES DE DÓLARES
01jan2010 a 31dez2010 – 6,742 MILHÕES DE DÓLARES
01jan2011 a 31dez2011 – 7,549 MILHÕES DE DÓLARES
01jan2012 a 31dez2012 – 11,611 MILHÕES DE DÓLARES

TOTAL DO PERÍODO (jun/2006 – dez/2012): 37,437 MILHÕES DE DÓLARES.


DESPESAS – salário do diretor-executivo: R$ 40 mil por mês
Atividade de disparar mensagens em massa na internet tem um custo muito baixo, como pode ser verificado pelo reduzido número de funcionários declarado no imposto de renda (em 2008, por exemplo, tinha apenas seis). Então, o que o dono da avaaz.org faz com os milhões de dólares que arrecada?

Observem na declaração de imposto de renda de 2012, por exemplo, que foram gastos com consultoria 3,2 milhões de dólares e com salários, 2 milhões de dólares, enquanto que ajuda para entidades da África foi de 10 mil dólares e para salvar a Amazônia (Salve the Amazon) foram gastos 15 mil dólares (declaração de 2011), temas que Avaaz mais explora para sensibilizar os doadores do primeiro mundo.


CREDIBILIDADE da AVAAZ - AS PETIÇÕES FUNCIONAM?

A comodidade de alguém exercer a cidadania por você tem um preço. Já se constatou vários equívocos nas petições, como falhas de interpretação de matérias jornalísticas (do congresso nacional, exemplo), comemoração de vitórias que foram terríveis derrotas. Basta ler atentamente os textos que já se percebe algo estranho. O que é motivo para muitas desconfianças.

Petição sobre a Lei da Grilagem da Amazônia

Veja o equívoco da Avaaz na informação em seu site sobre o resultado da votação Medida Provisória (MP) da legalização da grilagem de terras na Amazônia. Ao contrário do que a Avaaz informa, a MP da grilagem virou lei e foi considerada uma das maiores derrotas da história do ambientalismo brasileiro.

Do site da Avaaz
A floresta Amazônica - No ápice de um momento de decisão em junho de 2009, membros da Avaaz no Brasil fizeram mais de 14.000 ligações e enviaram mais de 30.000 mensagens online ao presidente Lula em dois dias. No último momento, a pressão pública reverteu a lei que daria boa parte da floresta Amazônica para a exploração de agronegócios (Junho 2009). Uma grande vitória para o Brasil, e para o planeta, já que a Amazônia consome enormes quantidades de gases estufa que vem aquecendo o planeta.

Como todos sabemos, a MP da grilagem virou lei, isto é, foi aprovada e sancionada. Veja o que imprensa publicou na época

Senado aprova MP da Grilagem

Vira lei medida provisória apelidada de MP da grilagem

Lei que regulariza terras irá beneficiar grileiros, afirma Marina Silva


Petição sobre a Lei da Ficha Limpa.

Em seu site a Avaaz comete exageros em sua propaganda internacional. Reinvidica ter sido responsável pela lei da ficha limpa no Brasil. A Avaaz faz propaganda para sensibilizar doadores dos países desenvolvidos que acordou os brasileiros e ensinou como se combate a corrupção. Com sua poderosa força das petições tomou a iniciativa de mobilizar os brasileiros e pressionou o Congresso Brasileiro para fazer a Lei da Ficha Limpa, que acabou com os políticos corruptos.

Do Site da Avaaz
Brazil (730,000 members) we took a civil society movement online and drove an anti-corruption law through congress that is putting large numbers of corrupt politicians out of a job - widely hailed as a political revolution.

Para quem não sabe, as assinaturas da iniciativa popular já estavam sendo coletadas bem antes da Avaaz ter prospectado o assunto na mídia porque estava tendo forte repercussão. Na verdade, a Avaaz disparou a petição da ficha limpa pela primeira vez somente na véspera da votação na câmara. E existem regras para se propor leis por iniciativa popular e não são válidas petições de internet. Precisa ser um abaixo-assinado convencional (com assinatura a caneta e anotação dos documentos de identificação, como o título de eleitor).

De acordo com o artigo 61 da Constituição, uma "iniciativa popular pode ser exercida pela apresentação à Câmara dos Deputados do projeto de lei subscrito por, no mínimo, um por cento do eleitorado nacional, distribuído pelo menos por cinco Estados, com não menos de três décimos por cento dos eleitores de cada um deles". Portanto, as pessoas tinham que assinar em uma folha de papel timbrado e anotar seus documentos.

E o que a Avaaz fez quando prospectou o assunto na mídia foi enviar e-mails para as pessoas explorando o tema com pedidos de doações induzindo as pessoas a pensarem que estavam contribuindo para as 1,6 milhões de assinaturas. Outra questão: Seria inconstitucional uma ONG estrangeira tomar uma iniciativa de propor uma lei. Seria violação da soberania nacional. A constituição é bem clara: somente cidadãos brasileiros podem tomar a iniciativa de propor leis.

Outra constatação do oportunismo da Avaaz ocorreu quando a lei tinha sido aprovada na Câmara havia 20 dias e já estava havia 3 dias no senado (e voltou a ser destaque na mídia). Então, a Avaaz mandou uma mensagem estranha com o seguinte teor: Vencemos! A lei da ficha limpa foi aprovada, agora deverá ir para o Senado. Nas próximas semanas vamos precisar de vocês novamente para pressionar o Senado. Ou seja, mandou esta mensagem esquisita do resultado da votação na Câmara 20 dias depois do fato ter ocorrido e quando faltava apenas 1 dia para o prazo dos senadores aprovarem a Lei da Ficha Limpa (para valer nas eleições de 2010).

É incrível as pessoas acreditarem na seriedade destas petições. Exercer a cidadania, provocar as mudanças no Mundo, exige muito mais esforço do que ficar na frente do computador clicando e repassando e-mails com pedido de doações. Exercer a cidadania não é ajudar a iludir as pessoas espalhando pela internet estas mensagens.

Se arrecadaram milhões de dólares por que não contratam jornalistas especializados? Por que não contratam um sistema de auditoria para atestar a autenticidade destas petições?

No exterior, há também muitas críticas, dúvidas e desconfianças sobre a eficácia das campanhas. Uma pessoa, por exemplo, acusa a Avaaz de ter fornecido seu e-mail para anunciantes (veja abaixo); quando se conferiu a autenticidade de uma petição no Canadá, descobriu-se IPs falsos. O dono da Avaaz alega que alguém entrou no sistema e inseriu aqueles milhares de IPs falsos e entrou na justiça exigindo investigação. Comenta-se na imprensa que devido ao sucesso de arrecadação de MILHÕES DE DÓLARES em doações é provável que muitos golpistas já tenham clonado a Avaaz pelo mundo inteiro e lançam as petições com pedido de doações desviados para uma conta particular.

COMENTÁRIOS – Forum da Austrália e blog da Irlanda

AUSTRÁLIA - Forum, acessado em 05/02/2011
Tradução
18 de dezembro 2010
Titulo da postagem: Avaaz é uma farsa

Recentemente aderi a uma petição da Avaaz, enviada por um amigo.

Hoje recebi um e-mail pedindo dinheiro. Eles dizem que têm 6,5 milhão de membros e que aumenta em 60.000 por semana.

Uma doação muito pequena de $ 3 ou $ 5 por semana a partir de 10.000 Avaazers cobriria todos os custos para manter uma pequena equipe, ajudando a salvar vidas em situações de emergência humanitária, a proteção do meio ambiente e dos animais, combater a corrupção e o crime organizado, trazer a paz e reduzir a pobreza ..

Objetivos ambiciosos: Eu me pergunto o que aconteceria se os 6,5 milhões doassem US $ 3 a US $ 5 por semana.

Que efeito isso teria? Eu entendo que eles mantenham em sigilo as identidades das pessoas que assinam suas petições. Isto quer dizer que é um desperdício de tempo e eles poderiam simplesmente inventar um número qualquer de adesões? Os governos realmente dão importância para números de petição que não se pode ser verificado?

Eu estou querendo saber se isso pode ser um golpe visando atingir os sentimentos das pessoas de querer fazer algo pela humanidade mas na verdade acabam deixando alguém rico.

Texto original
Avaaz is it a scam

Recently I joined a Avaaz petition as a result of having it forwarded to me by a friend.
Today I received an email asking for money. They say they have 6.5 million members and are growing by 60,000 per week.

A very small donation of $3 or $5 per week from 10,000 Avaazers would cover all the core costs of our small team, helping to save lives in humanitarian emergencies, protect the environment and wildlife, fight corruption and organized crime, push for peace and reduce poverty.

Lofty aims. I wonder what could happen if the 6.5 million donate $3 to $5 per week.
What effect have they actually had. I understand they keep confidential the identities of people that sign their petitions. Does this mean it is a waste of time and they could just make up the numbers? Do governments really take notice of petition numbers that they cannot have verified.

I am wondering if this may be a scam targeting peoples feelings of wanting to have an effect in the world but in the end making someone rich.

IRLANDA - Blog, acessado em 05/02/2011

Posted on 2007/06/14 by dahamsta (dahamsta is Adam Beecher, an Internet consultant based in Cork City, Ireland)

Tradução
Titulo da postagem: NÃO ASSINE AS PETIÇÕES DA AVAAZ

Não se dá valor ao seu endereço de e-mail, esta é a verdade. Eu assinei um bom número de petições estimulado pela minha irmã, mas recentemente eu comecei a receber spam no e-mail exclusivo que criei para se inscrever no site da Avaaz. Eu relatei isso para a Avaaz e recebi a garantia de que eles não vendem ou compartilharam a sua lista, mas que já receberam denúncias semelhantes e estão investigando. Perguntei-lhes sobre os resultados da investigação, mas eles não responderam nada. Obviamente, a segurança foi violada.

Texto original
Don’t sign avaaz.org petitions


Not if you value your email address, that is. I’ve signed quite a few of them on prompting from Sista, but recently I’ve started received spam on the unique email address I set up to subscribe. I reported it to Avaaz and received an assurance that they don’t sell or share their list, but that they’ve received reports and are investigating. I asked them to follow up, they didn’t. Obviously their security has been breached.

85 comentários:

Otávio Ruivo disse...

Báh... me sinto um trapo!

Amor Coletivo disse...

As campanhas são sérias.

Depois de ler este artigo, o primeiro pensamento que eu tive, foi: o autor não conhece o trabalho da Avaaz.

Digo isso porque venho acompanhando o trabalho dessa organização há muito tempo, e pelo que eu saiba todo esse volume arrecadado nas doações é empregado na promoção de suas campanhas e assistência a outros movimentos.

Uma das estratégias da Avaaz é repassar o dinheiro captado nas doações para movimentos que atuam ajudando nações ou grupos em situações de extrema dificuldade, como recentemente fez com o Haiti e alguns anos atrás com Mianmar.

Antes de criticar e fazer acusações, é melhor se informar:

http://www.avaaz.org/po/highlights

A Avaaz é uma organização que trabalha apenas para nos ajudar a fazer um mundo melhor para todos.

Ela só está aqui para ajudar a interligar os movimentos, ou melhor, para unir todas as vozes numa única e potente voz. A voz do mundo, dos povos, dos cidadãos.

Como ela própria sugere em seu site: "Juntos, podemos construir a ponte que une o mundo em que vivemos ao mundo em que todos nós queremos viver."

Germano Woehl Jr. disse...

Não se iluda. Você conhece apenas pelos e-mails que recebe. É canto de sereia.

No artigo há um link para as declarações de Imposto de Renda. Você pode ver onde os milhões de dólares foram aplicado.

Tudo o que você mencionou está escrito na propaganda da Avaaz. Será que dá para acreditar? Eu mostrei dois exemplos onde mentiram.

Quando as ONGs sérias fazem doaçoes, eles apresentam documentos comprovando.

Jefferson disse...

Obrigado amigo Germano Woehl Jr. por passar esse aviso a muitos usuários que não tem mesmo muita noção sobre esses perigos da Avaaz. Realmente eu até acreditava mesmo nisso, mas por sorte não efetuei nenhum depósito para eles!!!!!!!
Obrigado mesmo amigo Germano por nos alertar ok!!!

leila disse...

credo. já assinei um monte. mas nunca doaria dinheiro para uma ong ou associação que só faz petições, sem trabalho de campo. tenho noção de que o custo disso é quase nenhum.

Márcia disse...

Germano, fazem sentido tuas afirmações. Vou confessar que já assinei algumas petições deles, mas nunca encaminhei para ninguém e muito menos depositaria dinheiro. Fiquei bem desconfiada quanto à estrangeiros quererem dar pitaco nos países dos outros e quanto aos desrespeito nos países deles, nunca falaram nada.
Obrigada pelo trabalho de investigação.

Cássio disse...

Germano, desculpe mas não ficou claro para mim se o objetivo deste texto foi esclarecer ou fazer o contrário.

Você já pensou que pode estar promovendo um desserviço descomunal a causas importantes e que necessitam sim de visibilidade e apoio popular (como a luta contra Belo Monte) com este texto tendenciosamente desqualificador? Não sobra nada de bom na Avaaz? É só oportunismo?


A bem da criticidade e da credibilidade de seu artigo, você poderia pelo menos ter citado o "lado bom" que todos nós que já assinamos petições dessa instituição sabemos existir. Essa agressividade seletiva me parece no mínimo suspeita. E a Avaaz vem realmente incomodando muita gente e muitos grupos.

De qualquer forma, acredito que a subscrição em abaixos-assinados que tem motes coerentes, como o citado acima -sejam eles da Avaaz ou de qualquer outra instituição promotora-, continuam tendo a mesma relevância para mim, já que são formas de o cidadão comum fazer algo mais do que simplesmente se colocar como expectador dos fatos.

É pouco, reconheço, mas é mais do que o povão costuma fazer -ou deixar de fazer- no cotidiano. E isso não raras vezes sensibiliza e atinge pelo menos alguns dos objetivos propostos.

Germano Woehl Jr. disse...

Cássio,
Agradeço seus comentários. As pessoas diziam a mesma coisa da jovem estudante violentada e estuprada por Paulinho Paiakan quando ela teve a coragem de denúnciá-lo no início de junho de 1992, quando se realizava conferência Rio-92. Foi acusada de estar prestando um desserviço descomunal à sociedade ao denunciar Paulinho Paikan, prêmio Global 500 da ONU, o primeiro líder indígena a dar combate à usina de Belo Monte, em 1988, que teve a ousadia de denunciar o Banco Mundial (BIRD) e conseguir barrar o financiamento para construir a usina de Belo Monte naquela época.

Um mamilo dilacerado, escoriações por todo o corpo, tentativas de estrangulamento e mordidas por toda a parte não foram suficientes para convencer pessoas como você, Cássio, que insistiam na tese da armação contra um líder indígena tão puro, audacioso que lutava contra Belo Monte. Enfim, um ambientalista que defendia a Amazônia – com unhas e dentes...

Se você acredita tanto nestas petições porque não sugere esta idéia aos egípcios? Ao invés deles se matarem nas ruas, quebrarem o Museu do Cairo etc., por que eles não pedem ajuda para a Avaaz fazer uma petição para resolver o problema?

Para uma ONG estrangeira atuar no Brasil, sobretudo pedir dinheiro aqui, competindo predatoriamente com as pequenas ONGs brasileiras, que efetivamente estão salvando o que ainda resta de natureza no Brasil, é necessário registrar estatuto em cartório, constituir uma diretoria, ter CNPJ, uma sede física etc. para poder ser fiscalizada pelas autoridades brasileiras e dar transparência para a sociedade através de documentos oficiais e não de blá-blá-blá em textos de e-mail.

As ONGs ambientalistas podem também requerer registro no Cadastro Nacional de Entidade Ambientalistas (CNEA) do CONAMA, onde só são aceitas as ONGs que estiverem com a documentação em dia para dar mais segurança para a sociedade. As ONGs com o cadastro aprovado tem seu nome publicado no Diário Oficial.

Cássio disse...

Germano,

Apesar de continuar considerando seu texto tendencioso, mais ainda depois de sua resposta, ele tinha seus méritos.

Mas os mesmos foram postos por terra ao você comparar meu comentário com o caso do Paulinho Paiakam, sinceramente! Por isso, deixo de comentar qualquer outra coisa aqui...

depaula disse...

Claro que pode ser uma farsa. Como também pode não ser. Acreditar que tudo é falso é tão negativo quanto acreditar que as petições tem valor. Seria necessário uma investigação mais séria. Tudo que temos são declarações de pessoas desconhecidas. Eu só posso dizer que nunca me escreveram pedindo dinheiro.

Cliecy de Jesus disse...

EM QUEM DEVEMOS ACREDITAR? SOMENTE EM DEUS. POIS, O QUE IMPORTA É A INTENÇÃO, CADA UM VAI PRESTAR CONTAS DO QUE FAZ.È COMO DAR ESMOLA. EU PARTICULARMENTE COLABORO, FAÇO A MINHA PARTE, O IMPORTANTE É MEU PENSAMENTO PARA COM DEUS, SE ALGUÉM USA DE MÁ FÉ, UM DIA IRÁ PAGAR, É LEI DA GRAVIDADE, INDEPENDENTEMENTE DE CRENÇA. SÓ TENHO A LAMENTAR SE ALGUÉM USA DE MÁ FÉ. COM SENTIMENTO, NÃO SE DEVE BRINCAR. OBRIGADA!

Fernando disse...

O autor fez uma pesquisa totalmente tendenciosa, ja estando convencido e tentando convencer as pessoas de que o AVAAZ é uma farça...

Ele diz no texto que todos os pedidos são enviados via internet, que uma pessoa controla e detém os milhoes em doações... O autor não está informado sobre as pessoas, membros do AVAAZ no Brasil que entregaram pessoalmente as milhões de assinaturas ao congresso Nacional, a fim de pressiona-los para aprovarem o projeto Ficha Limpa. Que aliás, foi aprovado. Mesmo se não fosse, ja valeria a tentativa. Sinto pelas pobres mentes que simplesmente aceitam as argumentações do autor do texto sem critica e ceticismo...

Germano Woehl Jr. disse...

Fernando,
Agradeço sua mensagem. É uma oportunidade que você me dá para eu explicar melhor o que já escrevi no texto. Não é verdade que a Avaaz ajudou na coleta de assinaturas da iniciativa popular do Projeto de Lei da Ficha Limpa. Dá para provar de forma muito clara este equívoco. Não vamos alimentar esta mentira. Eu recebo todos os e-mails da Avaaz desde que eles começaram a circular, pois me cadastraram sem eu ter autorizado.

O link que a Avaaz divulgou nos e-mails, sempre foi o tradicional link das petições do site da Avaaz (hospedado em um computador nos EUA), para as pessoas acessarem o site e serem induzidas a doarem dinheiro para a Avaaz, e não do link das assinaturas oficiais da iniciativa popular de um projeto de lei, que estava no site do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), que levou quase 2 anos para coletar aos 1,6 milhões de assinaturas.

O correto seria a Avaaz ter divulgado o link para direcionar os internautas ao site do MCCE, como todos os grandes jornais e portais brasileiros fizeram ao longo de quase dois anos, e não para o seu próprio site hospedado nos EUA. Mas a Avaaz não agiu assim, deixando evidente, portanto, quais os propósitos das petições.

Certamente, esta possibilidade da iniciativa popular propor um projeto de lei ao Congresso Nacional é restrita aos cidadãos brasileiros (iniciativa popular do BRASIL). Uma ONG estrangeira, sediada nos Estados Unidos e operando clandestinamente aqui (uma ONG estrangeira tem que ter estatuto registrado em cartório, sede física, diretoria, CNPJ etc.), não pode tomar a iniciativa de mandar um projeto de lei para o Congresso Nacional (do Brasil). Seria um absurdo, concorda? Seria um grande risco para a soberania do Brasil.

mari disse...

Agradeço o esclarecimento! Achava os caras uns malas pelo excesso de emails, mas nunca pensei que fossem desonestos! O mais triste é ver os incrédulos que insistem na ingenuidade...

Newton Novak disse...

Vamos ser realistas a AVAAZ além de ser uma farsa é ilegal. Há muitos lobos disfarçados para devorar ovelhas ingênuas.

Aurora disse...

É muito positivo ver o outro lado da moeda!!!
Eu tinha uma certa desconfiança mas sempre assinei apesar de nunca ter doado nada...
Eu assinava porque sentia um remorso, os caras tocavam no ponto do sentimento, aquele que te revolta frente as situações do mundo...
Mas sempre tinha algo de apelativo...
minha intuição estava certa...infelizmente!
Agradecida

angela_fantin disse...

Puxa que decpeção!!Somos tocados em nosso íntimo procurando sermos fraternos com toda uma política de desigualdade social,econômica,ambiental,agimos com as melhores intenções,e nos deparamos com pessoas mal intencionadas,usando credos,raças,religiões,como um subterfúgio para a ganância pessoal!!
Já repassei para todos meus contatos...
Agradecida!!

Marcelo & Ilka disse...

Ola Bruno.
Primeiro gostaria de agradecer pelo texto muito esclarecedor.

Fiquei decepcionado pois acreditava que estava fazendo minha opiniao valer um pouco atraves de assinaturas de peticoes. Nunca doei dinheiro e nunca doaria para causas deste tipo mas pelo menos pensava que estava aumentando a lista.

Que fique agora a licao para que tenhamos mais atencao aos cliques que damos pela internet.

Que tambem fique a licao para as ONGs Nacionais: aproveitem e aprendam como mobilizar pessoas com esse novo e poderoso instrumento que eh a internet.

Nao ha duvida que a enxurrada de assinaturas como manifestacao funciona. Ate fico meio desconfiado pois os politicos brasileiros agora devem estar rindo a toa: desqualificaram mais uma forma de pressao popular...

Juliana disse...

O texto está ótimo. Levanta suspeitas necessárias, e induz a uma reflexão excelente sobre o quanto estamos dispostos a ajudar (clicar é fácil...).

Nor disse...

Olá.
Ao ler sua matéria, entrei em contato com uma conhecida que faz parte de uma ONG que participou de campanhas juntamente com a Avaaz.
Segundo ela, eles entraram em contato com o pessoal da Avaaz, aqui no Brasil (parece que o contato é no Rio de Janeiro), e com a participação deles (Avaaz) e outros parceiros arrecadaram as assinaturas.

Palavras dela: “Pessoalmente não sei dizer se o dinheiro arrecadado vai para o bolso de alguém. Veja, nós construímos o projeto da petição com o pessoal do Avaaz no Brasil por muito tempo, com diálogos, trocas de ideia e construção conjunta do texto. O que fizemos foi juntar o resultado final do Avaaz com outras duas petições (uma nossa, que esta no site, e outra da ......), contabilizamos tudo e o povo da Avaaz fez o banner que foi entregue ao governo. A Avaaz também ajudou financeiramente com a vinda para Brasília. Acho que é pra esse tipo de coisa que eles levantam fundos. Portanto, sobre as denúncias apontadas na matéria, não tenho como confirmar ou descartar. Mas no nosso caso a Avaaz foi um bom parceiro”.

Eu já assinei petições de outros grupos como o Greenpeace, PETA, WWF, etc. e eles também pedem ajuda financeira a quem está disposto a colaborar. Hoje mesmo recebi um e-mail da PETA, que fica em Londres.
Acredito que essas instituições são verdadeiras empresas e alguns dos seus “executivos” devem ter salários de político brasileiro. Mas reconheço que elas também fazem bons trabalhos.
Nunca contribuí com dinheiro. Quando quero contribuir, procuro alguma instituição que eu conheça pessoalmente.

Barney - a lagartixa! disse...

Não contribuo financeiramente e acho que se alguém tem alguma dúvida também não deve colaborar. Se o Ricken Patel que foi o co-fundador, foi quem teve a idéia genial e é o diretor executivo, ganha bem, ele merece, ele envolveu o mundo todo para defender o ideal de justiça e da liberdade. Com umas das primeiras petições, quantas pessoas não ouviram falar pela primeira vez, que o Tibete é um país invadido pela China, e pediram pelo fim da matança e da tortura. Tenho orgulho de ter lutado, de alguma forma pela aprovação da Lei da Ficha Limpa (foram dois abaixo-assinados). Tenho orgulho, de apesar de não poder fazer melhor que isso, ter-me colocado contra a violência na Líbia. Alias neste momento a petição está crescendo cada vez mais, unindo vozes do mundo todo, pedindo por liberdade. SOU UMA DELAS!
Procurei muito no google sobre suas denúncias e não vi nada. Pode ser que seja verdade, mas existem formas menos agressivas e rancorosas de dizer isso.
Cristina Claro França

Barney - a lagartixa! disse...

Não contribuo financeiramente e acho que se alguém tem alguma dúvida também não deve colaborar. Se o Ricken Patel que foi o co-fundador, foi quem teve a idéia genial e é o diretor executivo, ganha bem, ele merece, ele envolveu o mundo todo para defender o ideal de justiça e da liberdade. Com umas das primeiras petições, quantas pessoas não ouviram falar pela primeira vez, que o Tibete é um país invadido pela China, e pediram pelo fim da matança e da tortura. Tenho orgulho de ter lutado, de alguma forma pela aprovação da Lei da Ficha Limpa (foram dois abaixo-assinados). Tenho orgulho, de apesar de não poder fazer melhor que isso, ter-me colocado contra a violência na Líbia. Alias neste momento a petição está crescendo cada vez mais, unindo vozes do mundo todo, pedindo por liberdade. SOU UMA DELAS!
Procurei muito no google sobre suas denúncias e não vi nada. Pode ser que seja verdade, mas existem formas menos agressivas e rancorosas de dizer isso.
Cristina Claro França

Luiz Fernando Silva disse...

Olá, Germano, grato pelas informações. Você chegou a se comunicar com eles solicitando que se manifestassem a respeito? Acredito que uma posição deles (ou não) no sentido de adotarem medidas de controle e fiscalização (auditoria, etc.) será um tanto esclarecedor em relação ao grau de transparência e honestidade.
Um abraço, paz e luz!

Luiz Fernando

Luiz Fernando Silva disse...

Caro Germano, se possível, gostaria também de saber como você acessou originalmente as declarações do imposto de renda da Avaaz, porque olhei no site deles e não vi o link. Gostaria de confirmar a ligação entre eles e as declarações de imposto de renda disponíveis nos links fornecidos, pois o fato do domínio ter o nome avaaz (http://avaazimages.s3.amazonaws.com) é relativo, pois qualquer pessoa pode registrar nome de domínio ".com" que esteja disponível. Realmente gostaria de ter uma imagem clara dessa questão da idoneidade da Avaaz.
Grato mais uma vez!

Fernando

Barney - a lagartixa! disse...

Me lembrei de outra coisa, se ele declarou no imposto de renda, todos os americanos sabem deste dinheiro, inclusive, são a grande maioria dos doadores. Lá é diferente, eles doam e confiam. Se for um abuso, com certeza qualquer um deles pode processar e vai dar algum resultado. Com razão, nós brasileiros, pensamos que todos querem levar vantagem, nos "passar para trás", roubar nosso dinheiro, neste ambiente cheio de corrupção esquecemos de como é confiar na justiça.
Cristina C. França

Barney - a lagartixa! disse...

Me lembrei de outra coisa, se ele declarou no imposto de renda, todos os americanos sabem deste dinheiro, inclusive, são a grande maioria dos doadores. Lá é diferente, eles doam e confiam. Se for um abuso, com certeza qualquer um deles pode processar e vai dar algum resultado. Com razão, nós brasileiros, pensamos que todos querem levar vantagem, nos "passar para trás", roubar nosso dinheiro, neste ambiente cheio de corrupção esquecemos de como é confiar na justiça.
Cristina C. França

Jacqueline disse...

Germano, quanto a Avaaz ser séria ou não, não costumo julgar sem ter certeza, nunca depositei dinheiro, concordo com um amigo que diz que - a melhor solução no caso é apoiar a AVAAZ assinando tudo que for válido e nunca dar dinheiro até que se confirme ou desminta essa notícia - por isso vou continuar assinando - as petições incomodam muita gente... Se vendem meu endereço eletrônico, pode até ser, pois é difícil saber como chega tanto e-mail de desconhecidos na minha caixa postal, inclusive o seu. Assim como o Luiz Fernando, também gostaria de saber onde conseguiu as declarações de imposto de renda da Avaaz, obrigada.

Germano Woehl Jr. disse...

Luiz Fernando. Jacqueline e Cristina

As declarações estão no site da Avaaz (em inglês), que é obrigatório por lei disponibiliza-las. Repare que a Avaaz só fez isso no ano passado e opera deste 2006 com o nome Avaaz (tinha pelo menos outros dois nomes antes). Eu coloquei os links, pesquise no site deles.

Caso os links não funcionem, por favor, me avise por e-mail que lhe envio os PDF que eu baixei do site deles. São cópias de documentos do Departamento de Tesouro dos Estados Unidos, da Receita Federal dos Estados Unidos (Department of the Treasure - Internal Revenue Service), por isso não acredito que a Avaaz tenha feito alguma adulteração.

Nas declarações de imposto de renda não há detalhes dos repasses de milhões de dólares (para quem e como foram aplicados), apenas o detalhe das despesas operacionais da ONG, como eu expliquei no texto.

No ano passado, a Avaaz pediu dinheiro dos brasileiros para publicar anúncios em jornais do Brasil. Até hoje não informaram quanto arrecadaram, em quais jornais publicaram os anúncios, datas e quanto gastaram. Será que é tão difícil disponibilizar no site um PDF com as notas fiscais/recibo dos jornais? E também uma cópia da página do jornal ou revista?

Uma pessoa se apresentou como funcionário da Avaaz apresentou uma defesa nas listas e deixou as pessoas mais desconfiadas ainda. Não foi bem uma defesa, mas a repetição da propaganda da que está no site e cometeu mais um equívoco ao dizer que foram suas petições que fizeram com que o Jornal Nacional mostrasse os protestos dos indígenas contra a construção Belo Monte.

Muitos não fazem as doações, mas repassam as petições que sempre acabam caindo nas mãos de pessoas ingênuas que acabam fazendo a doação. É exatamente esta a estratégia dos mentores da Avaaz e de outras ongs virtuais que eles criaram.

Sem falar que as petições desinformam as pessoas. No caso das abelhas, é ridículo o que escreveram. Ignoraram que temos centenas de espécies nativas de abelhas e que somente as abelhas domesticadas pelo homem (de apicultores) estão sendo afetadas e que estas abelhas domesticadas (africanizadas) é um grave problema ambiental no Brasil porque estão devastando as abelhas nativas e outros insetos da biodiversidade brasileira e que aqui, no Brasil, matam mais 200 pessoas por ano com ferroadas. Eles pegaram um problema que os apicultores estão tendo na exploração comercial (produção de mel) e colocaram como se fosse da natureza.

Além de distorcerem as notícias, assumem posições políticas equivocadas em vários casos e pedem para os brasileiros assinarem (fatos que podem ser extremamente prejudiciais ao Brasil). Ainda bem que estas petições são totalmente ignoradas ou sequer são enviadas, já que não há como verificar isso. Não há transparências, eles não deixam claro para quem realmente vão encaminhar, se é a pessoa certa e se encaminharam.

frymartini disse...

Me senti um otário depois de seu texto. Não existe mesmo uma sede da AVAAZ aqui?

frymartini disse...

Me senti um otário depois de ler seu texto. A AVAAZ realmente não tem sede aqui?

Germano Woehl Jr. disse...

Eles não têm um escritório aqui. É uma ONG virtual. Tem apenas um pequeno escritório em Nova York, com uma ou duas pessoas para disparar estas mensagem. Pelo que me informaram, eles contratam serviço de tradução para mandar as mensagem (petições) nos mais diferentes idiomas.e também acompanhar os noticiários pela internet

Mula Manca disse...

O que me fez desconfiar foram e-mails como "72 horas para acabar com a Guerra contra as drogas".
Como assim? Que prazo é esse?
Uma estratégia publicitária pra me fazer assinar uma petição?

Jean José disse...

Na aba "quem somos", a Avaaz afirma que:

"(...)define prioridades gerais através de pesquisas entre todos os seus membros (...). As ideias para campanhas são submetidas a pesquisas e testes semanalmente com amostras aleatórias distribuídas a 10.000 membros, e apenas as iniciativas que recebem uma forte reação positiva são implementadas em grande escala. As campanhas que acabam chegando a todos os membros são depois reforçadas, muitas vezes, por centenas de milhares de membros da Avaaz participantes no período de alguns dias ou mesmo horas." (grifamos)

Em outras palavras, o valor de uma iniciativa não está na sua importância ou urgência, mas na sua popularidade. A Avaaz não está interessada em defender uma causa pelo seu valor intrínseco.

Fonte e mais informações:
http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-risco-avaaz

Jean José disse...

Olá, li todo os textos e os comentários. As pessoas que falam sobre um site que tem seu lado positivo, creio eu que falta acessar mais sites de notícias na internet, que a anos fazem o mesmo mas por não ter apelo financeiro nem pessoas contratadas para isso, não tem tamanha divulgação como a Avaaz.

Sobre parcerias com a Avaaz, se possível também quero o contato dessas pessoas para as campanhas e opiniões a qual luto também!

Confesso que também "Assinei" algumas petições, pois me parecia uma forma fácil de divulgar um assunto, mas nunca acreditei que pudesse pressionar alguém ou mudar alguma lei, afinal, você pode colocar no seu cadastro o nome de "votador"(como já vi em uma petição), sem nenhuma outra informação seja de endereço, documento etc etc. Lembrando que qualquer lei ou alteração de lei deve conter assinaturas válidas com nome, sobrenome e número do título de eleitor, pois para a justiça brasileira só tem poder de pressionar legalmente quem é eleitor.

Como já disseram nos comentários, a linha de defensor da sociedade que a Avaaz até o momento repassa, a mim foi descaracterizado ao repassarem a seguinte petição:
"72 horas para acabar com a Guerra contra as drogas".

Não assinei essa petição pois tenho idéia totalmente contrária ao que foi repassado pela Avaaz. Encaminhei um email para o site, com o endereço disponibilizado por eles, requisitando informações e embasamento para tal afirmação e os "porque's" da campanha. Encaminhei em inglês e português. Até o momento não tive resposta alguma e estranhamente os emails que recebia a cada 3 dias, já não os recebo a mais de duas semanas.

A idéia cresceu muito no Brasil, e talvez agora perceberam como podem mudar a mentalidade das pessoas com "petições" online. A linha de raciocínio ao menos para divulgação estava de acordo, porém ao tocar num assunto como essa das drogas, perdi toda credibilidade na Avaaz.

José Pires de Carvalho disse...

Corrigindo o comentário...
Assino várias (e nem sempre de Avaaz) porque para mim basta que eu ache justeza na causa. Nunca fiz e não faço nenhuma doação por entender que pouca gente deste mundo é capaz de fazer alguma coisa de graça, no voluntarismo, sem ter algo preparado para específica ocasião.
Agora mesmo, assinei uma contra esse (n0v0) Código Florestal que está sendo discutido no Senado Federal. O que está lá, evidentemente, é mais um atentado ao meio ambiente, aprovado por Deputados Federais evidentemente "atrelados" aos interesses do Agronegócio (financiados pelo próprio), quando não, pelos próprios empresários, o que, infelizmente é uma nossa tradição política de maioria parlamentar legitimada democraticamente por voto politicamente irresponsável. Isso, entre assuntos outros, além do próprio CF, é o que eu acho que precisa ser discutido!

Germano Woehl Jr. disse...

O Ministério Público e o Poder Judiciário do Rio de Janeiro até hoje não conseguiram acabar com o golpe da pirâmide na internet disfarçado de financiamento da casa própria sem juros que está lesando milhares de pessoas por causa dos mesmos argumentos que você usou. Este é o padrão de "ética" da maioria do brasileiros que reelegem conscientemente políticos desonestos com o argumento “ele rouba mas faz”.

Augusto Alves disse...

Nunca vi um trabalho de campo da Avaaz, petições eu tbm faço, passo uma lista feita no exel depois mando pro endereço do planalto... internet não funciona, quer fazer alguma coisa vai pra rua... Faço parte da Associação labirinto em Gravataí - RS, e ja fizemos mais q a Avaaz com certeza, e tudo com nossas mãos.
A questão é que é mais facil assinar um nome e pagar pros outros fazer o que agente deveria fazer... Comodidade !

Mariana Britto disse...

meu Deus do céu! eu que sempre assinei todas as petições crente de que seriam sérias, estou chocada. estou me sentindo muito burra. obrigado pelo alerta!!!

Jés Neves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jés Neves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jés Neves disse...

EU LI SEU TEXTO E TODOS OS COMENTÁRIOS.

A AVAAZ NÃO ME PARECE UMA INSTITUIÇÃO FRAUDULENTA. SEMPRE ASSINEI SUAS PETIÇÕES.

NO SEU TEXTO VOCÊ INSERIU VÁRIOS ARGUMENTOS PARA EMBASÁ-LO.

DA MINHA PARTE EU FIQUEI PENSANDO EM ARGUMENTOS QUE PUDESSEM ME FAZER CRER QUE VOCÊ NÃO ESTÁ TÃO CERTO ASSIM, COMPONDO CORO COM OUTROS COMENTARISTAS QUE, EM CERTO TOM, TAMBÉM NÃO CONCORDARAM CONTIGO.

GOSTARIA, ENTÃO, DE TE FAZER UMA PERGUNTA: SENDO ESTE GOLPE DA AVAAZ DE TÃO EXPRESSIVO TAMANHO E ESSA ORGANIZAÇÃO TÃO CONHECIDA, VOCÊ SABERIA ME INFORMAR SE JÁ HOUVE DENÚNCIA POR PARTE DA GRANDE IMPRENSA OU SE O DEFENSOR DA NATUREZA FOI O ÚNICO A FAZÊ-LO?

Jés Neves disse...

EU LI SEU TEXTO E TODOS OS COMENTÁRIOS.

A AVAAZ NÃO ME PARECE UMA INSTITUIÇÃO FRAUDULENTA. SEMPRE ASSINEI SUAS PETIÇÕES.

NO SEU TEXTO VOCÊ INSERIU VÁRIOS ARGUMENTOS PARA EMBASÁ-LO.

DA MINHA PARTE EU FIQUEI PENSANDO EM ARGUMENTOS QUE PUDESSEM ME FAZER CRER QUE VOCÊ NÃO ESTÁ TÃO CERTO ASSIM, COMPONDO CORO COM OUTROS COMENTARISTAS QUE, EM CERTO TOM, TAMBÉM NÃO CONCORDARAM CONTIGO.

GOSTARIA, ENTÃO, DE TE FAZER UMA PERGUNTA: SENDO ESTE GOLPE DA AVAAZ DE TÃO EXPRESSIVO TAMANHO E ESSA ORGANIZAÇÃO TÃO CONHECIDA, VOCÊ SABERIA ME INFORMAR SE JÁ HOUVE DENÚNCIA POR PARTE DA GRANDE IMPRENSA OU SE O DEFENSOR DA NATUREZA FOI O ÚNICO A FAZÊ-LO?

Desabafo disse...

Jés Neves,
EU já pesquisei várias das acusações do Germano e já rebati sem grosserias e equilibradamente pelo menos umas três acusações dele contra avaaz. E$le simplesmente apaga os meus posts. Ele é com certeza o único ser humano no planeta que acusa e difama o Avaaz. Não entendi direito por qual motivo. MAs acho que algo relacionado a ele ser um ativista de campo e não admitir que pessoas exercitem sua cidadania com algo tão comodo como uma assinatura de petição via internet.

Estrela Dourada disse...

Existe algum registro da entrega destas petições em Brasilia?
A Avaaz pegou algum recibo, ou tirou fotos do evento?
Alguma midia noticiou isto?
Gostaria de saber de algum registro.
Uma lista de pessoas ou entidades beneficiadas pela Aaavaz?
Toda ONG é feita para não ter lucro, todo valor arrecadado tem de ter um fim especifico senão é maracutaia.

Alex Ollie disse...

Muito bom o texto. É sempre bom ter informações sobre os dois lados para termos uma opinião mais clara e objetiva. O bom do Avaaz é que trás informações sobre o que está acontecendo. Como nunca doei e nem vou doar nada... Tanto faz. Mas valeu, desde o inicio estava desconfiado de tanta bondade. hehehe

Germano Woehl Jr. disse...

Alex,
Talvez você não tenha prestado atenção, mas os textos das petições trazem informações equivocadas. Eles distorcem as informações que pegam dos noticiiários pela internet para deixar o texto mais apelativo (Exemplo: Faltam 48 horas para acontecer isso...). Justamente, foram estes textos equivocados das petições que relevaram quais são os objetivos.

Germano Woehl Jr. disse...

Kleiton,
Eu apaguei seu comentário porque você fez propaganda usando um indicador que não tem como aferir. O número de 550.000 de adesões em poucas horas está em quse TODOS os textos das petições que enviam. A cegueira das pessoas é tanta que nem percebem isso. Eles copiam e colam os textos de petições antigas (para economizar no serviço de tradução)

Como podemos acreditar nisso? É tão fácil instalar um sistema de contagem com controle por uma auditoria externa. Por que será que não fazem isso?

Que autoridade acredita nestas petições? Não se iluda muito com isso. Leia todo o artigo, por favor.

Para você se manter informado sem ser enganado, procure ler as noticias de boa qualidade em matérias feitas por jornalistas profissionais, especializados em cobrir o Congresso Nacional, Política Internacional etc.

Alguns jornalistas aposentados continuam escrevendo em blogs particulares ou vinculados à vários portais.

Vitor Klein disse...

Germano,

Se és o dono da VERDADE e apagas todos os posts que não te convenham, bem, não sei o que estou fazendo por aqui,

bye, bye

Germano Woehl Jr. disse...

Prezado Vitor Klein,

Desculpe ter confundido seu nome com Kleiton no comentário acima.

É melhor ser dono da verdade do que da mentira. Pior; compartilhar estas mentiras na internet para enganar outras pessoas repassando petições “fake”.

Repare que eles iludem as pessoas dizendo que foram responsáveis pela mobilização das pessoas através da internet no protesto contra Wall Street em Nova York, marcha contra a corrupção no Brasil (que foi grande um fracasso de público) etc. Eles pegam nos jornais noticias que as pessoas estão sendo convocadas pelas redes sociais (internet) e logo disparam nas propagandas que “nós” conseguimos promover a manifestação tal...

Na manifestação contra Wall Street especialistas discordam que a convocação foi através da internet. Não foi, explicam. As pessoas aderiram porque têm uma motivação particular (material), pois estão desempregadas e sentindo na própria pele a crise. Isto explica porque a macha contra a corrupção foi um fracasso no Brasil. Neste caso, a motivação do protesto não foi material. Foi para defender um valor moral que afeta a coletividade e não o interesse particular das pessoas (como a perda do emprego diante da crise econômica).

Vitor Klein disse...

Caro Germano, não vou criar nenhuma celeuma contigo.
Apenas estou colocando este post pois me respondesses.

Todas as suas declarações feitas agora foram contra-argumentadas nos posts colocados por mim, que infelizmente, tu deletastes, e como não sou relógio de repetição, não vou contra-argumentar novamente, pois acredito que este post também será deletado por ti.
É verdade. O avaaz deve ter contratado um grupo de call-center (tele-operadores) para assinar as petições, por isso a petição contra Wall Street já atingiu mais de 700.000 assinaturas e continua crescendo, basta ver no link:
http://www.avaaz.org/po/the_world_vs_wall_st/?vl

Sem dúvida a repercussão da marcha contra Wall Street que está ocorrendo em centenas de cidades pelo mundo (na data de hoje), referem-se a marchas realizadas por pessoas “contratadas” pelo Avaaz.
Claro que tudo isto que está acontecendo é “fake”. Com certeza !
Claro que as marchas contra a corrupção aqui no Brasil nos dias 7 de Setembro e agora em 12 de Outubro foram um fracasso !!!
Se o Avaaz se diz o responsável por isso ou por aquilo outro (se graças a eles isto ocorreu ou deixou de ocorrer), não me importa ! Me importa que o que está acontecendo não é um “fake”. São fatos !!!

Grande abraço !

Germano Woehl Jr. disse...

Vitor,
É uma grande ilusão acreditar que as redes sociais (não confunda com estas petições usadas como iscas para pedir dinheiro) foram responsáveis pelas adesões. Reparem que em boa parte destes manifestos as pessoas estão defendendo interesses particulares, que lhes afetam diretamente, como desemprego, aumento de mensalidades das universidades etc. Movimentos desta natureza sempre tiveram grandes adesões antes da internet, ou seja, nem precisam de mídia.

A facilidade da internet permite números impressionantes de adesões em qualquer tipo de campanha, mas acabam causando grandes frustrações quando se tenta converter este poderoso capital virtual de adesões para o mundo real. Um exemplo recente foi o caso a mamãe que amamentava seu bebê em uma exposição de artes no Itaú Cultural e foi repreendida pela funcionária da instituição, de forma muito desumana. Através do Facebook ela convocou outras mães para um protesto contra o Itaú Cultural, conquistando 50 mil adesões de mães que confirmaram ir ao protesto em frente ao edifico da instituição. Mas só compareceram 30 mães, todas do seu círculo de amigas e parentas (fora da rede social virtual).

Germano Woehl Jr. disse...

Paulo,
Se notícias na imprensa fossem atestado de honestidade, milhares de pessoas continuariam sendo enganadas até hoje por instituições que foram promovidas em matérias jornalísticas. Nem preciso citar aqui exemplos de casos famosos.

Sua “esperteza” não me surpreende. O golpe do BILHETE PREMIADO de loteria é aplicado com sucesso há quase 100 anos no Brasil (muito antes de aparecer a internet), porque em países subdesenvolvidos é muito fácil encontrar pessoas de classe média ingênuas que acreditam em tudo, sem refletir, não oferecendo a menor resistência a um “canto de sereia”.

Veja esta matéria:

Pequenos Golpes Populares

O bilhete premiado

http://www.fraudes.org/showpage1.asp?pg=131

Alavancas: GANÂNCIA, IGNORÂNCIA TÉCNICA, IRRACIONALIDADE, INGENUIDADE E ESCASSA ATENÇÃO

Este é sem dúvida um dos golpes mais tradicionais e antigos do Brasil. Segundo algumas fontes os primeiros casos remontam até os anos quarenta.

Recebi literalmente dezenas de denúncias de vítimas deste tipo de fraudes. O roteiro clássico é o seguinte:

O golpista, com jeito de caipira pouco esperto ou de pessoa humilde, pede informações sobre o endereço de uma agência da Caixa Econômica Federal dizendo que é para receber um prêmio de loteria ou outro sorteio.

As vítimas típicas são pessoas idosas, às quais é mostrado o bilhete premiado (forjado ou falso), juntamente com um documento da Caixa Econômica Federal (também falso ou forjado) constando o número do bilhete premiado e o valor do prêmio.

Se for concurso tipo "mega sena" será mostrado um comprovante dos números sorteados (verdadeiro ou falso) e um falso bilhete com aposta nos mesmos números.

Às vezes eles apresentam um verdadeiro bilhete com aposta nos numeros ganhadores de um concurso anterior (veja exemplo abaixo), e um comprovante dos numeros sorteados naquele concurso, contando com a falta de atenção da vítima quanto ao número do concurso.

Em alguns casos o bilhete é forjado com o número de um bilhete que realmente ganhou, assim o documento para comprovar o sorteio não precisa ser falsificado (pode ser um jornal).

A caminho da Caixa Econômica, e depois de muita conversa, o golpista propõe à vítima de lhe vender o bilhete premiado por uma fração do seu valor.

Em alternativa poderá apresentar a proposta como um pedido de ajuda para resolver problemas. Ajuda na qual a vítima supostamente sairia ganhando.

Para justificar a generosa oferta dirá que tem pressa porque o ônibus para sua cidade parte em 15 minutos, que esqueceu ou perdeu os documentos (e não pode retirar o prêmio), que está desorientado com a burocracia ou com a "cidade grande", que é analfabeto, que tem alguém esperando ele, que a mãe dele está no hospital etc...

Se a vítima cair nesta conversa sacará o dinheiro da própria conta bancária e o entregará ao golpista em troca de um bilhete que não vale nada. Existem casos onde o golpista, em vez de dinheiro (que pode não estar disponível na conta da vítima), aceita valores como jóias etc...

Existem variantes onde, para pressionar ou incentivar a vítima a ir sacar seu dinheiro no banco, no meio da conversa com o golpista que oferece o bilhete, aparece um comparsa se dizendo pronto a comprar o bilhete (aí a vítima pode achar que está perdendo um bom negócio), ou se oferecendo como sócio da vítima na compra do bilhete e mostrando parte do dinheiro necessário, ou ainda, prestativo, ajuda, ligando com o seu celular, a verificar que o bilhete é mesmo "premiado" !! (sic)

Existem ainda esquemas via internet e e-mail que desfrutam de princípios parecidos com verdadeiras e supostas loterias internacionais.


- CASO RECENTE

São José dos Campos, 14/4/2011

Golpe do bilhete premiado ocorreu em São José dos Campos.

http://www.vnews.com.br/vnoticia.php?id=93740

A polícia investiga a ação de um casal de estelionatários em São José dos Campos. Eles estão aplicando o “golpe do bilhete premiado”. Uma aposentada de 60 anos de idade caiu na conversa dos bandidos e perdeu R$ 240 mil.

Germano Woehl Jr. disse...

Serão apagados os comentários ofensivos de pessoas que não se identificam (lamentavelmente se escondem atrás de apelidos) e fazem propaganda enganosa, mencionando fatos sem comprovação, factóides etc.

Todos têm direito de se manifestar, mas devem também mostrar a cara e assumir a responsabilidade pelo que escrevem.

Rogério Maestri disse...

Caro Germano

Eu também tenho sérias desconfianças dessas ONGs milionárias que fazem alguma coisa mas seu objetivo é simplesmente ganhar dinheiro.

Tenho uma tática de identificar a picaretagem que quase sempre dá certo, é verificar se seus textos aceitam comentários!

Simples, uma ONG que se preze tem vários contribuintes que conseguem responder a críticas e refutá-las, já estas maquininhas de fazer dinheiro, simplesmente não gastariam seus recursos contratando pessoas para tal (devem ser contratadas, pois geralmente simpatizantes voluntários elas não tem).

Procure nos sites que tens desconfiança se há algum lugar para comentários, se não tiver desconfie.

Gonçalo Almeida disse...

Germano, obrigado pela informação.
A TODOS, não basta tecer comentários contra, devem ler todo a matéria e confirmar as afirmações do Germano. Eu já tinha assinado mas nunca me cadastrei, por medo de spam (não sei se recebo, porque na petição usei um email só para esse tipo de coisas), pois acredito que iria aumentar. Perdi algum tempo a confirmar as afirmações do Germano e até li outros blogs que ele colocou aqui como link e cheguei a essa concusão que a AVAAZ não deve ser tão séria como parece. Embora não tenha conseguido confirmar as datas do Ficha Limpa e da floresta amazónica, pude confirmar tudo o resto. Outra coisa que não consegui confirmar, é se o dono era o mesmo que as outras ongs. Nada me diz isso, ou eu não consegui chegar lá. Mas parece que são parceiros, ou têm a mesma filosofia.
Conclusão, até podem continuar a assinar as petições deles, mas pode ser uma perda de tempo, quando existem outras de ONGs mais sérias e com resultados mesmo eficazes, mas doar para quem não se conhece, mesmo depois de informados, fica ao critério de cada um.
Gonçalo Almeida

Umaia Ismail disse...

Eu não vou deixar de assinar as petições da AVAAZ. Se ela rende milhões em doações (eu nunca doei) e tem uma estrutura enxuta, dirigida por uma só pessoa, eu tiro o meu chapéu, pois salvo alguns equívocos cometidos, eles fazem um excelente trabalho! Que tal as ONGS brasileiras pararem de queimar o filme das empresas milionárias "do bem" e começarem a imitá-las. Se coloquem no lugar do dono. Sucesso, êxito e enriquecimento lícito (declarado em imposto de renda, inclusive) é resultado de trabalho, não de fofoca! Criem uma melhor no Brasil que a gente assina também. Duvido que essas doações sejam de gente daqui. E se ele é religioso nos EUA (tudo indica), pode ter certeza que as doações saem de lá. Lá o pessoal doa mesmo, já aqui as campanhas que imitaram a do Obama amargaram péssimos resultados. Entendam que mesmo que a AVAAZ caia, vocês vão continuar sem ver a cor desses milhões. Escrevam para eles e peçam apoio financeiro para suas ONGs. De repente eles ajudam... Afinal se fossem do mal estariam ricos vendendo veneno por trás de lindas embalagens... e não ajudando a conscientizar as pessoas. Qual vai ser a próxima campanha da AVAAZ mesmo??? Se eu concordar eu assino. E se você souber de uma boa também, pode mandar... Esse é o poder do coletivo! E é super barato!

Clarissa disse...

Olá Germano, muito boa a sua pesquisa. Infelizmente, muita gente prefere acreditar no sobrenatural, naquilo que não conhece e que não vê. Um mecanismo que o ser humano cria para se livrar de suas responsabilidades.
Nem precisa pesquisar muito, aquela mega-furada sobre o Código Florestal mostrou bem as mensagens automáticas.

Crau disse...

Fiquei triste quando tentei pedir que eles abraçassem nossa causa contra a superampliação do porto de São Sebastião, que inviabilizará toda um meio de vida baseado na conservação dos recursos naturais e no turismo ecológico, para milhares de pessoas na região, sem falar no dano ambiental evidente.
Recebi apenas uma resposta automática, com promessa de que me responderiam depois. Qual resposta, espero até hoje.

Senhor V. disse...

Se os senhores procurarem por vídeos no Youtube, encontrarão o dito cujo diretor em exibição de sua imagem ao vivo em algumas redes de televisão no mundo (excluindo o Brasil, que deve estar se ocupando de BBB ou algo similar)

http://www.youtube.com/watch?v=ZsgXLDv1c5s

http://www.youtube.com/watch?v=_PRCwxRZEC4

Wandyr Fortunato disse...

Caro Germano, não é de hoje que sou cético quanto a TODAS AS ONGS, principalmente as brasileiras. O fato é que a maioria não é idônea!

Veja o caso do Projeto Tamar, de resgate e conservação das tartarugas marinhas:

http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia/114297-agu-pede-bloqueio-de-bens-do-projeto-tamar-e-condenacao-por-improbidade-administrativa.html

Ou o caso no Ministério dos Esportes: http://vote-brasil.jusbrasil.com.br/politica/7882220/cgu-encontra-indicios-de-fraudes-em-ong-contratada-pelo-ministerio-do-esporte

Ou no Ministério do Trabalho:
http://vote-brasil.jusbrasil.com.br/politica/7882220/cgu-encontra-indicios-de-fraudes-em-ong-contratada-pelo-ministerio-do-esporte

Enfim, por falta de uma Legislação própria para o "terceiro setor", as ONGs estão livres de controles externos, tais como os Tribunais de Contas (Federais, Estaduais e Municipais), sendo somente alvo de Investigação policial quando surgem denúncias de terceiros.
Claro que em contrapartida existem as ONGs sérias, assim como também existem políticos e policiais sérios também... apesar de nunca os encontrarmos.
Então, antes de se preocupar com o AVAZZ, por que não olhar para nosso próprio umbigo (ONGs) e começar a "limpeza" denunciando as falcatruas que acontecem por aqui, e que nosso MP pode indiciar?!

Wandyr Fortunato disse...

Link correto para a notícia de fraudes em ONG que prestava serviço para o Ministério do Trabalho:

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/nos-jornais-fraude-em-convenios-com-ongs-se-repete-no-trabalho/

Unknown disse...

Eu já tinha ficado desconfiada quando vi a petição pra salvar crianças na Síria (milhares de assinaturas não iriam parar a carnificina que rola por lá, mas, enfim, assinei). Depois cai em uma página que pedia doações - foi quando resolvi pesquisar sobre a Avaaz. E que bom que encontrei seu texto. Muito obrigada, foi bem esclarecedor!

Rogério Maestri disse...

Caro Pendragon

Devemos ficar alerta contra instituições milionárias do tipo Avaaz e outras. Não podemos cair em argumentos do tipo "roubo, mas faço".
Devemos nos lembrar que vários políticos venais já utilizaram este tipo de subterfúgio para engordar suas contas em paraísos fiscais.

É fácil achar campanhas sérias e corretas para apoiar e baseado nestas campanhas simplesmente recolhem o dinheiro dos incautos.

Temos que nos dar conta que no "mercado" da defesa ao meio ambiente há milhões de ONGs em todo o mundo, 99% delas honestas e sinceras, porém para algumas delas isto é mais um MERCADO do que qualquer outra coisa, e estas centradas na noção do lucro se focam e se organizam para tanto obtendo imensos lucros não só com o dinheiro dos contribuintes voluntários, mas também com a associação com Estados e grandes corporações.

não disse...

Não sei nem o que dizer. Isto me pegou de surpresa.Nós os Não Votantes lançamos uma Petição para lançarmos a TEORIAS DOS (3N's&3P's) no endereço: http://www.avaaz.org/po/petition/Lancar_a_TEORIA_DOS_3Ns3Ps_que_e_voce_nao_depender_de_NADA_NADICA_de_NADA_deste_PODER_PUBLICO_PODRE/?cesCpcb, vou deixar abaixar a poeira e ver o que vou fazer! Pedir para tirar do ar? O que fazer? Não sei!

Bia Martins disse...

Oi Germano,

Muito bom o seu texto. Já tinha lido alguma coisa nessa linha. Também já tinha me chamado atenção essa falsa argumentação da Avaaz de que suas petições são responsáveis pelas mudanças sociais, quando sabemos que não é assim.

O caso da Ficha Limpa que você cita é exemplar, houve toda uma mobilização popular por essa causa no País e eles afirmam que foram os grandes responsáveis. Mentira! E muita pretensão!

Bom, escrevo aqui só pra acrescentar um dado que reparei no email que recebi da Avaaz hoje e que achei muito esdrúxulo. Eles pedem doações e num determinado momento do texto afirmam que já foram auditados seis vezes e colocam um "para mais detalhes clique aqui", só que este "clique aqui" não tem link!! E o que revela a má fé deles é que as palavras estão em cor azul, na cor dos demais links do texto, só que não têm link. A maioria das pessoas nem confere isso. Eu quis conferir, até pra ver afinal quais seriam as tais auditorias. Minha conclusão: deve ser tudo mentira!! É impressionante a cara de pau deles!! Precisam ser desmascarados porque prestam um desserviço às mobilizações sociais reais que acontecem também pela internet.

Estou divulgando seu texto. Parabéns!

Um abraço,

Bia Martins

Gustavo disse...

Eu gostei do site e acho que ajuda a sociedade sim. As pessoas tem a mania de achar defeito em tudo!!! até nas coisas que são feitas para o bem!! Assim fica difícil...

Você não é obrigado a doar nada, doa se quiser...

E quanto ao e-mail, não precisa passar o principal se vc não quer ser incomodado por algum possível spam.

Marcelo Santiago disse...

Obrigado por avisar para que não doemos dinheiro para a ONG, mas não inviabiliza o sistema que é sim muito útil!

Riva Mendes disse...

Nunca doaria dinheiro a instituições fortes nacionais ou internacionais. Nunca doaria para a AVAAZ assim como para o Criança Esperança. Se dôo é para alguma pessoa ou associação "vizinha" pobre, que posso ver o que está fazendo. Gostei das informações: que está sediada no EUA, que é megacapitalista e fatura milhões assim como Facebook e Zinga, que escorrega devido à ganância. Mas não vou deixar de assinar as petições !!
1- Porque não me custa nada;
2- porque quando é feita aqui no Brasil (petições da comunidade, feita por uma ong local, a própria pessoa/entidade encaminha aos destinatários da petição
3- porque incomoda, espalha informações relevantes, como no caso Rupert Murdoch.
Portanto, nem tanto ao mar e nem tanto à terra. Entre direita e esquerda (que acabam sendo farinha do mesmo saco), vamos pelo centro, pelo equilíbrio, até nas nossas avaliações.

Riva Mendes disse...

Complementando. No caso de pedido de intervenção internacional da AVAAZ à Síria, para parar os massacres, não assinei. Por quê? Pq qualquer pessoa que se informar fora das fontes convencionais (o que é difícil, reconheço), saberá que a CIA interviu diretamente no conflito e no caso do 1º massacre atribuído ao governo, armando os opositores do governo, como fez no Brasil e mundo a fora. Então ter malícia é fundamental, num mundo regido por um grupo pequeno mas poderoso de multinacionais, corporações e elites governamentais, com ação global, que manipula o mundo até através das decisões da ONU e OMS.

Carlos A. A. disse...

gEsse povo brasileiro é idiota mesmo. Nunca acreditem em nada, principalmente em nenhuma das ONGs, ainda mais de outros países. Só servem para prejudicar o ganha pão de pessoas inocentes enfiando mer...a na cabeça do povo. O pior é que a imprensa tola ainda ajudam a eles. Se enchem tanto o saco é porque tem dinheiro grosso na jogada, ou de alguma fonte interessada em prejudicar algum setor da nossa economia ou roubam vocês. Ou voce ainda acha que eles perdem tanto tempo para fazer algo de graça, sem levarem o deles. Sejam racionais, ambientalistas racionais, pois não é jogando a culpa numa classe de trabalhadores rurais e os tratarem como bandidos como a imprensa e as ONGs fizeram que vamos construir um País melhor com respeito a natureza. Aos poucos vamos enxergando quem são os verdadeiros bandidos da História. É como o amigo disse acima: Voces ficaram ludibriados com o canto das sereias.

Carlos A. A. disse...

ONGs, kkkkk. Seja defensor da natureza olhando os nºs reais, através de institutos de pesquisa; dê ouvidos aos cientistas mais contraditórios sobre o que vc pensa e analise as opiniões deles em contradiçao a sua e de outros cientistas; busque os fatos reais com provas e documentos do que realmente acontece; não analise as coisas em um pequeno periodo de tempo, e sim em cima de decádas, séculos e milênios; Não analise as coisas só como responsabilidade do planeta, pense também na intervenção dos fatores externos. Com certeza vc vai se surpreender como o diabo não é assim tão vermelho como te pintaram.

Rogério Maestri disse...

Concordo com a opinião de Wandyr Fortunato, devemos continuar a estimular a formação de ONG's, porém estas devem ter uma sólida fiscalização do governo, quando utilizarem verbas públicas, e deveriam ter um mecanismo de auto-regulação própria, quando utilizassem dinheiro de particulares.
Dever-se-ia cobrar transparência na aplicação de seus recursos, não custaria quase nada se nos sites destas instituições fossem apresentados balancetes discriminados das despesas destas instituições, mostrando ao detalhe o que arrecadam e a onde gastam o dinheiro.
Um exemplo simples, se aparecesse no balancete dos Defensores da Natureza despesas para a viagem a Coréia, para receber o prêmio justo que está recebendo, e com os relatos que o mesmo está prestando a comunidade (por exemplo mostrando o zelo com que os coreanos tem com a educação pública), é algo extremamente importante, pois notícias como esta (justificando o crescimento coreano através da educação) é algo que nunca é apresentado na grande imprensa.
Parabéns ao "Defensor da Natureza" e que a luta pela preservação da Mata Atlântica, cada vez continue mais forte.

Gabriel disse...

Alguns dos comentários acima ilustram bem aquela frase do Mark Twain: "É mais fácil enganar as pessoas do que convencê-las de que foram enganadas."

Parabéns pelo texto. Sempre posto ele quando vejo alguém compartilhando petição da Avaaz. Obrigado.

Jhon G. C. disse...

Bom dia. Sem ofensas, mas achei o texto fraco (pouca informação) e apelativo, tanto quanto as mensagens da Avaaz. Porém serve como fagulha para os incomodados.
Na minha opinião, da mesma forma que se desconfia da idoneidade da Avaaz, deve-se desconfiar da veracidade de qualquer informação. Infelizmente vivemos em um planeta regido pela figura do dinheiro. Se me permitem generalizar, tudo o que se faz, se faz pelo dinheiro. O dinheiro tem o poder de transformar o lobo mau na chapeuzinho vermelho e vice-versa.
Não aceite uma nova informação como verdade absoluta. Desconfie! Seja crítico! Busque mais de uma fonte. Se te incomoda muito, procure saber o porque.

Marco Almeida disse...

Conheço o trabalho da AVAAZ na Europa, o que é engraçado é que a gestão principal é em francês, inúmeras pessoas que criam petições são francofonos engajados.

Aqui nos USA, a organização foi criada por causa das facilidades de abertura de empresas com fins lucrativos ou não (diferente do país das bananeiras). O IRS é um departamento sério, que por qualquer vírgula coloca alguém na prisão (sem buscar comparações).

O que eu ainda vejo é que uma certa militância da esquerda CAVIAR "fisiologista" (eu me considero de esquerda também, porém de ideologia) utiliza o post deste blog, pra lançar o descrédito no trabalho de quem faz algo. Já assinei dezenas de petições e nunca recebi pedido de doação, talvez o site tenha um script pra detectar IP de otário (pode ser, quem sabe?)

O fato é que de boas intenções o inferno está cheio e pra tentar esvaziar o objetivo de boas petições em que gente de bem realmente acredita e se compromete, aparecem os tupiniquinhos PHD em pesquisas acheiológicas, chegando até mesmo à abusar da boa intenção do autor desta matéria.

Então eu me pergunto quem é o oportunista, quem não tem nada a ganhar ou quem tem tudo a perder... A vous de choisir!

Rev. Alberto Thieme disse...

Excelentes artigos. Temos interesse em divulgar mais seu blog. Entre em contato conosco.
Obrigado,
ADHT - Associação para Defesa da Família e Casamento Tradicionais; contra o Aborto; e contra a Agenda e Ativismo Gay
Rev. Dr. Alberto Thieme
Presidente

Rev. Alberto Thieme disse...

Desculpe-me, esqueci de postar nosso email: defesa_hetero@yahoo.com. Entre em contato conosco, urgente. Obrigado. Rev. Dr. Alberto Thieme

Emerson Duarte disse...

Muito bom.
O texto e os comentários.
Vê-se o nível dos frequentadores do seu blog que é seletivo pelo qualidade dos artigos.
Os fatos foram apresentados. As afirmações tem fonte segura. O que precisamos é ter bom senso.
Que se ganha dinheiro com a internet, isso é óbvio.

luiz disse...

Bom sempre assinei e nunca pediram nada, com certeza continuarei assinando acho a avaaz muito util

luiz disse...

Alem do que qualquer um pode iniciar um pedicao e ver como esta indo incluse de entregar a pedicao ao órgão competente

xxxxxxxx disse...

bom, eu desconfiei do avaaz, quando teve a petição para que Renan Calheiros não fosse presidente do congresso, fiquei em cima, e quando já tinha o nº suficiente de assinatura, para que isso fosse possivel, simplesmente não aconteceu! O homem continua lá!
falei com a ong pelo face, a resposta que tive, foi que a petição não valeu, pois tinha que constar o Rg das assinaturas!!! ai fui atraz do que realmente é este avaaz, realmente é uma farsa, sinto muito pelo um monte de bosta que ainda acreditam nestas merdas! acredito que este tipo de gente, se sinta mal quando dizem que estas ongs são falsas, por que tira deles a unica coisa que fazem eles se sentirem uteis, pois é comodo se sentir "um super heroi" clicando em e-mails!

Izenez Portela de Figueiredo Alvarenga disse...

Olá Germano! Td bem? Meu nome é Izenez, moro em Juiz de Fora-MG e estou cursando a faculdade de Direito. Mas especificamente, concluindo minha monografia. O tema da monografia é qual a validade das petições online. Achei o artigo do seu blog muito interessante, mas quando fui averiguar as informações, não consegui encontrá-las. Será que vc poderia me ajudar? Por exemplo quando entro no site da receita americana e digito Avaaz foundation não aparece nenhum registro. Ficarei muito grata pelo seu retorno. Abraços, Izenez

Osvaldo Aires Bade disse...

TUDO SOBRE O ESCÂNDALO DO AVAAZ!!!
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com/2013/03/tudo-sobre-o-avaaz-o-avaaz-e-uma.html

Germano Woehl Jr. disse...

Prezada Izenez,
Testei os links onde estão as declarações de imposto de renda e estão funcionando normalmente. Talvez você tenha que atualizar seu Adobe Reader. Obviamente que você não vai conseguir baixar a declaração de imposto de alguém no site da receita federal. Como eu expliquei no texto, são as ONGS que precisam, obrigatoriamente por lei, disponibilizar as declarações de imposto de renda em seus respectivos sites. É isto que estabelece a legislação norte-americanas para as ONGs.

Allysson Garcia disse...

E o que você nos diz sobre o sr. Pedro Abramovay ter sido diretor de campanha do Avaaz no Brasil?
http://www.opensocietyfoundations.org/people/pedro-abramovay